Município assina termo de adesão ao Pacto Estadual de Enfrentamento à Violência LGBTfóbica

Please enter banners and links.

Três Lagoas agora faz parte dos municípios sul-mato-grossenses adeptos ao Pacto Estadual de Enfrentamento à Violência LGBTfóbica – Pacto MS+Amor. O Termo de adesão foi assinado pelo prefeito Angelo Guerreiro nesta quarta-feira (06), em cerimônia com o subsecretário de Estado de Políticas Públicas LGBT+, Leonardo Bastos, e outros representantes municipais.

O Pacto tem como objetivo articular ações de forma integrada que visam a promoção de direitos e o combate à violência LGBTfóbica, com os seguintes eixos de atuação: gestão participativa e enfrentamento à violência.

Leonardo explicou que a cerimônia foi apenas representativa pois o Município é referência estadual neste quesito. “Três Lagoas já realiza grande parte das ações propostas no Pacto. Aqui os gestores conseguem pegar a demanda LGBT+ e transformar em políticas públicas, ações e projetos que trazem melhorias de vida” destacou o subsecretário.

“É um privilégio ter a oportunidade de assinar este termo e contribuir para as demandas LGBT+, estamos sempre à disposição tanto do estado, quanto das instituições do município para debater e melhorar nossas políticas públicas a fim de uma sociedade igual para todos”, ressaltou Guerreiro.

Participaram também da assinatura do termo de adesão a secretária municipal de Assistência Social (SMAS) – Vera Helena Arsioli; Presidente do Conselho Municipal da Diversidade Sexual LGBT de Três Lagoas – Edmilson Cardoso da Cruz; Assistente Social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) – Graciele de Paula Menezes; Coordenadora da Associação Três-lagoense dos Gays, Lésbicas e Travesti (ATGLT) – Paula Martineli e a coordenadora de planejamento e governança da Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas LGBT+ Bianca Araújo.

Dando continuidade ao Pacto MS+Amor, o subsecretário e as demais autoridades reúnem-se ainda hoje, com os representantes estaduais para alinhar mais ações de políticas públicas LGBT+ para o município.

(*) Assessoria de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *