Ângelo Guerreiro sanciona Lei que proíbe comercialização de cobre, alumínio e recicláveis sem comprovação de origem em Três Lagoas

Please enter banners and links.

A partir de agora, quem comercializar cobre, alumínio e materiais similares sem procedência, poderá ser penalizado em Três Lagoas. O prefeito Angelo Guerreiro sancionou a Lei nº 3.791 que determina a proibição da comercialização desses materiais sem origem ou comprovação de destino.

A Lei determina que toda e qualquer pessoa física e jurídica que trabalhe com estes itens devem exigir a comprovação de origem do material, inclusive, cabos, fios, baterias e etc. O objetivo desta medida é reduzir os crimes de furto e roubo de fiação e materiais elétricos no Município e dar suporte às fiscalizações nos locais de compra e venda desses produtos.

Nos últimos meses, Três Lagoas tem registrado diversos furtos de fiação e cabos de energia (cobre) da iluminação pública, em especial das ruas que receberam recentemente iluminação de LED. Escolas, centros de educação infantil e outros órgãos públicos também foram alvos de bandidos que, acabam lucrando com a venda do material roubado por não haver exigência da apresentação de documentos, notas ou outros.

Para Guerreiro, ” a Lei é muito importante porque pode ajudar a resolver um problema que está se tornando crônico em Três Lagoas. Somente este ano tivemos grandes danos causados por furtos de fios de cobre. Além dos prejuízos ao Poder público, os roubos já prejudicaram muitas residências e comércios. É necessária a atenção dos comerciantes de cobre que já estão sendo fiscalizados e podem ser responsabilizados pela comercialização do produto sem origem”.

Em caso de descumprimento, o infrator pode sofrer aplicação de multa, cassação do alvará de funcionamento do estabelecimento e apreensão do material ilícito, além de responder por receptação. De autoria do vereador Adriano Rodrigues, a Lei foi publicada no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul e entra em vigor nesta segunda-feira (17).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *