Mato Grosso do Sul consegue permissão para compra da vacina russa Sputinik-V

Please enter banners and links.

Em reunião virtual, o Fundo Soberano Russo (RDIF) permitiu a compra da vacina russa Sputinik-V pelo Consórcio Brasil Central, o qual Mato Grosso do Sul faz parte. 

A finalização da compra ainda depende do registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O evento aconteceu na tarde desta quinta-feira (23). 

Os Estados integrantes ao Consórcio Brasil Central são Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Distrito Federal, Tocantins, Maranhão e Rondônia. O objetivo é acelerar a vacinação nos Estados, principalmente em Mato Grosso do Sul, de modo à garantir segurança, proteção e saúde aos sul-mato-grossenses.

O secretário do meio ambiente, desenvolvimento econômico, produção e agricultura familiar, Jaime Verruck participou da reunião.

As unidades federativas concordaram em repassar todas as vacinas ao Plano Nacional de Imunização (PNI), como orientado pelo Ministério da Saúde, desde que haja aumento proporcional das cotas que lhe cabem das vacinas e sejam remunerados fundo a fundo. 

A Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) vai entrar com uma medida judicial para que a decisão do ministro Ricardo Lewandoski, do Supremo Tribunal Federal (STF) seja estendida para o Consórcio Brasil Central e não fique apenas restrita ao estado do Maranhão. 

 O vice-governador do Distritito Federal (DF), Paco Britto relatou que a intenção é distribuir quatro milhões de doses para cada associado. Com isso, cada Estado consorciado teria dois milhões de pessoas imunizadas.

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), visitou a fábrica de vacinas da União Química, laboratório brasileiro que produz a Sputnik V, em 13 de abril, em uma visita à Brasília com o secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende.

Azambuja confirmou o interesse em adquirir o imunizante. Resende conta em suas redes sociais que ficou impressionado com a velocidade que a empresa fabrica a Sputinik-V.

“Acredito que nós vamos ter condições de mais uma vacina para gente imunizar não só a população brasileira mas também a população do Mato Grosso do Sul”, afirmou o secretário estadual de Saúde.

Mato Grosso do Sul é o segundo Estado que mais vacinou no Brasil, perdendo apenas para o Rio Grande do Sul. 

Possui 15,84% de sua população vacinada e 6,35% de seus cidadãos imunizados. De acordo com o vacinômetro, o Estado já aplicou 640 mil doses. 

A população brasileira tem 13,20% de seus habitantes vacinados com a primeira dose, e 5,35% com a segunda. O mundo possui 972.990.420 doses aplicadas até o momento, segundo o Painel Coronavírus – Google.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *