Estado registra menos de 90% de ocupação em UTIs

Please enter banners and links.

A queda do contágio pelo coronavírus em Mato Grosso do Sul começa a ser refletido na ocupação dos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). 

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), as taxas de internações estão abaixo dos 90% nas macrorregiões do Estado neste domingo (4). 

Em Campo Grande, 89% dos leitos de UTI destinados ao tratamento da doença estão ocupados. 

Em Dourados, as taxas são de 81% dos leitos preenchidos. 

Em Três Lagoas, as internações por Covid-19 ocupam 79% das vagas de UTI disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

Na região pantaneira, a macrorregião de Corumbá opera com a taxa mais confortável de ocupação de leitos, com 71% de lotação. 

São 740 pessoas hospitalizadas hoje, sendo 325 em leitos clínicos (243 público; 82 privado) e 415 em UTIs (333 público; 82 privado).

O Estado contabiliza 8.331  óbitos e 338.328 casos confirmados desde o início da pandemia.

Apenas nas últimas 24 horas, mais 662 sul-mato-grossenses positivaram para a doença.

O Estado registrou ainda, 29 mortes por complicações da Covid-19.

A média móvel de casos é de 754,0 e a de mortes 34,6.

A taxa de letalidade está em 2,5 e a de contágio em 0,97.

Em um dia, Campo Grande registrou 307 novos casos; Três Lagoas 58; Dourados 42; Corumbá 20; Ponta Porã 28; Chapadão do Sul 18. 

Vacinômetro

Ovacinômetro,disponibilizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulga em tempo real a situação do processo de imunização em cada município do Estado.

Mato Grosso do Sul é o estado que mais vacina no país, de acordo com dados das secretarias de Estado de saúde das 27 unidades federativas.

Segundo números da plataforma, 1.781.142 doses foram aplicadas no Estado desde 18 de janeiro de 2021, início da campanha de imunização.

Com isso, 45,99% da população sul-mato-grossense está vacinada e 120,59% imunizada.

Em Campo Grande, já foram aplicadas 387.239 doses da primeira aplicação e 206.731 da segunda.

Com isso, 42,74% da população campo-grandense está vacinada e 20,78% imunizada. 

Sintomas do coronavírus

Os sintomas da Covid-19 podem variar de acordo com cada organismo, mas os mais recorrentes são:

Febre;

Tosse seca;

Perda do olfato e/ou paladar;

Falta de ar;

Dificuldade para respirar e

Dor ou pressão do peito.

Orientações

A SES afirma que o isolamento social, o uso correto e contínuo de máscara e higienização das mãos são medidas imprescindíveis para conter a propagação do coronavírus.

Quem apresentar febre, tosse seca ou dor de garganta deve permanecer em isolamento por 14 dias e procurar uma unidade básica de saúde mais próxima.

As medidas de biossegurança devem ser seguidas mesmo após imunização com as duas doses da vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *