Em recorde, fila de espera por um leito em MS tem 278 pessoas nesta quarta-feira (02). Três Lagoas tem 99% de ocupação

Please enter banners and links.

O número de pessoas que estão em fila de espera por um leito bate recorde nesta quarta-feira (2). Ao todo, são 278 pessoas aguardando por uma vaga em hospital, de acordo com o Boletim EpidemiológicoSecretaria de Estado de Saúde (SES).

Na Central de Regulação da Capital, 170 enfermos esperam por uma vaga, sendo 144 apenas de Campo Grande.

Já na Central de Regulação de Dourados, 75 pessoas estão no aguardo por um leito em hospitais e na Central de Regulação do Estado (CORE), aguardam 33 pacientes.

São 1.307 pessoas hospitalizadas, sendo 759 em leitos clínicos (583 público; 176 privado) e 548 em leitos de UTI (417 público; 131 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 102%, Dourados em 95%, Três Lagoas 99% e Corumbá 85%.

A taxa de contágio está em 1,12 e a de letalidade em 2,3%. A média móvel de casos é de 1.895 e a de mortes é de 49,3. Em isolamento domiciliar encontram-se 22.163 doentes. Curados resultam em 264.466.

Mato Grosso do Sul contabiliza 2.176 casos confirmados e 50 óbitos de ontem (1) para hoje (2). Com isso, totaliza 294.853 confirmações e 6.917 mortes. 

Em um dia, Campo Grande registra 335 novos casos; Dourados 272; Três Lagoas 118; Maracaju 97; Ponta Porã 93; Naviraí 74; Coxim 72; Nova Andradina 64; São Gabriel do Oeste 54; entre outros municípios.

As cidades que apresentaram mortes nas últimas 24 horas são Campo Grande, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Três Lagoas, Amambaí, Deodápolis, Miranda e Ponta Porã.

Antônio João, Batayporã, Bonito, Caarapó, Camapuã, Cassilândia, Guia Lopes da Laguna, Itaquiraí, Ivinhema, Naviraí, Rio Brilhante, Santa Rita do Pardo, Sidrolândia e Vicentina também entram na lista. 

Conforme dados do Ministério da Saúde, o país já tem 16.624.480 brasileiros infectados e 465.199 óbitos. Em um dia, foram registrados 78.926 diagnósticos positivos e 2.408 mortes.

Os curados somam 15.068.146. A taxa de letalidade no país está em 2,8%.

Vacinômetro

A plataformadisponibilizada pela SES divulga em tempo real a situação do processo de imunização em cada município do Estado.

As pessoas podem informar-se a respeito quantas doses foram aplicadas (dose 1 e dose 2); percentual de vacinados; percentual de imunizados; grupos que já receberam a vacina; entre outros.

Segundo dados da ferramenta, 1.196.931 doses já foram aplicadas no Estado e 29,64% da população sul-mato-grossense está vacinada.

Na Capital, 418.043 doses já foram aplicadas, sendo 293.165 da primeira e 124.878 da segunda. 

Com isso, 32,35% da população campo-grandense está vacinada e 13,78% imunizada. 

Confira aquio calendário atualizado de imunização na Capital. Os dados são do vacinômetrodisponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Sintomas do coronavírus

Os sintomas da Covid-19 podem variar de acordo com cada organismo, mas os mais recorrentes são:

Febre;

Tosse seca;

Perda do olfato e/ou paladar;

Falta de ar;

Dificuldade para respirar;

Dor ou pressão do peito.

Orientações

A SES afirma que o isolamento social, o uso correto e contínuo de máscara e higienização das mãos são medidas imprescindíveis para conter a propagação do coronavírus.

Quem apresentar febre, tosse seca ou dor de garganta deve permanecer em isolamento por 14 dias e procurar uma unidade básica de saúde mais próxima.

As medidas de biossegurança devem ser seguidas mesmo após imunizado com as duas doses da vacina.

(*) Informações: Correio do Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *